• Manchetes

    Acaba gás de cozinha nas revendedoras da Paraíba


    Acabou o estoque de gás de cozinha em todas as revendedoras de gás da Paraíba. A afirmação foi dada na tarde desta sexta-feira (25) pelo presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás GLP da Paraíba (Sinregas-PB), Marcos Bezerra.
    Ao Portal Correio, Marcos contou que o estado ainda registrava 5% de abastecimento de gás de cozinha durante a manhã desta sexta, mas que o sistema colapsou no decorrer do dia.
    “[O estado] esta totalmente desabastecido. De manhã ainda contávamos com 5%, mas estamos sem nada. Vemos a situação com preocupação, mas como nosso produto vem de Pernambuco e as estradas estão fechadas não temos o que fazer”, afirmou Marcos Bezerra.
    Ainda segundo Marcos, a situação só deve ser normalizada com o fim da greve e a chegada dos caminhões ao estado.
    Desabastecimento é geral
    A situação de desabastecimento também afeta supermercados de todo o estado, conforme disse a Associação de Supermercados da Paraíba (ASPB).
    “Na Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (Empasa), a laranja está prestes a acabar. Tomate, batatinha e cebola estão escassos e tiveram o preço majorado”, disse o presidente da ASPB, Damião Evangelista.
    Com relação aos combustíveis a situação também não é boa. Até esta quinta, 45% dos postos de João Pessoa haviam fecharam as portas sem nenhum tipo de combustível por causa da greve dos caminhoneiros.
    A informação é do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado da Paraíba (Sindipetro-PB). A tendência é de agravamento nas próximas horas com o fechamento dos estabelecimentos, assim como aconteceu em Campina Grande, onde todos suspenderam as atividades.
    Portal Correio