• Manchetes

    Comerciante é preso suspeito de vender mercadorias com validade adulterada, na Paraíba


    Um comerciante, proprietário de dois estabelecimentos, foi preso em flagrante
    pela Polícia Civil de Campina Grande suspeito de vender mercadorias com irregularidades. De acordo com o delegado Gerônimo Barreto, da Delegacia de Defraudações, a ação foi durante uma vistoria surpresa em mercadinhos da zona Oeste da cidade.

    A equipe de Gerência de Vigilância Sanitária (Gevisa), junto à Delegacia de Defraudações, informou que cerca de quatro mil itens, totalizando aproximadamente 1.500 quilos de alimentos, foram apreendidos nesses dois pontos comerciais localizados nos bairros de Bodocongó e Malvinas.

    As informações da polícia são de que parte das mercadorias estava com informações de datas de validade adulteradas. A prática é ilegal, pois dificulta os consumidores na percepção das irregularidades.

    Ainda segundo o delegado, o proprietário vai responder pelos crimes de infração sanitária e de irresponsabilidade na administração dos estabelecimentos. Até a manhã desta sexta-feira (4), o comerciante está preso na Central de Polícia Civil de Campina Grande, aguardando audiência de custódia.


    Fonte: G1 PB