Criança que faleceu de 5 anos em São José de Piranhas, que faleceu no Hospital Infantil em Patos, não tinha H1N1, revela laudo


A criança de 5 anos de idade, natural da cidade de São José de Piranhas, no Sertão da Paraíba, falecida no mês de abril deste ano após dar entrada na UTI do Hospital Infantil Noaldo Leite em Patos não estava acometida da gripe H1N1.

A informação é de familiar da pequena, após o recebimento do laudo nessa quinta-feira (3). O material colhido foi encaminhado para análise fora do estado e depois de quase 30 dias chegou a confirmação que não se tratava de H1N1.

A causa morte da criança, que era filha de uma professora, foi pneumonia, como foi diagnosticada inicialmente.

Entenda

Uma criança de 5 anos, natural da cidade de São José de Piranhas, faleceu na segunda-feira, dia 9 de abril, após dar entrada na UTI no Hospital Infantil Noaldo Leite em Patos.

A menina foi diagnosticada com pneumonia, mas após o óbito surgiu a suspeita de gripe H1N1, conhecida popularmente por “Gripe Suína”.

A criança deu entrada no hospital de Cajazeiras no dia 4 de abril, foi levada para Sousa e depois para Patos, onde foi a óbito. Ela apresentava um quadro de gripe.



Radar:  Diário do Sertão
Share on Google Plus

Editor Odair Morais

Postado Por