Na volta de Guerrero, Fla bate Inter e mantém liderança

Everton Ribeiro comemora o segundo gol do Flamengo sobre o Internacional - MARCELO REGUA / MARCELO REGUA/Agência O Globo
Com gols marcados por Lucas Paquetá e Éverton Ribeiro, ambos no segundo tempo, o Flamengoderrotou o Internacional por 2 a 0, em partida disputada na tarde deste domingo, no Maracanã. O resultado manteve a equipe rubro-negra na liderança do Campeonato Brasileiro, agora com dez pontos ganhos. O Inter segue com quatro pontos, na 12ª posição. O jogo marcou o retorno do atacante Paolo Guerrero, que voltou a disputar uma partida depois de cumprir uma suspensão de seis meses por ter sido flagrado pelo exame antidoping, quando defendia a seleção peruana.
Diante de um público superior a 60 mil pessoas, o Flamengo dominou completamente durante os 90 minutos e poderia ter alcançado um resultado bem mais expressivo. O time da Gávea se aproveitou da falta de ousadia do Internacional para impor seu ritmo de jogo. A equipe gaúcha entrou em campo com o objetivo de apenas se defender e pouco apareceu na área adversário. Ainda perdeu Pottker expulso, o que tirou qualquer chance de reação por parte da equipe do Rio Grande do Sul.

Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar a Chapecoense, na Arena Condá, enquanto o Internacional duelará contra o Grêmio, na Arena Grêmio.Diante de um público superior a 60 mil pessoas, o Flamengo dominou completamente durante os 90 minutos e poderia ter alcançado um resultado bem mais expressivo. O time da Gávea se aproveitou da falta de ousadia do Internacional para impor seu ritmo de jogo. A equipe gaúcha entrou em campo com o objetivo de apenas se defender e pouco apareceu na área adversário. Ainda perdeu Pottker expulso, o que tirou qualquer chance de reação por parte da equipe do Rio Grande do Sul.
O jogo
Como era de se esperar, o Flamengo partiu para o ataque assim que o jogo começou. Apoiado pela grande torcida, o time rubro-negro pressionava a saída de bola e criava complicações para os zagueiros do Inter, que se atrapalhavam. Foi assim com Vitor Cuesta e Yago aos dois e quatro minutos, mas o Flamengo não conseguiu aproveitar.
O Internacional não conseguia trocar passes e seguia dando chutões em direção aos atacantes, facilmente neutralizados pela zaga rubro-negra.
Aos dez minutos, Renê fez ótimo lançamento para Vinicius Júnior que, de cabeça, tentou encobrir Danilo Fernandes, mas o goleiro colorado fez a defesa sem dificuldades. Dois minutos depois, a equipe gaúcha criou a primeira chance real de gol na partida. Fabiano cruzou da direita e Leandro Damião cabeceou para baixo, mas Diego Alves fez grande defesa, desviando para escanteio. Na cobrança, Rodrigo Moledo cabeceou para fora.
O Flamengo passou a encontrar dificuldades para criar jogadas de ataque e a torcida começou a mostrar sinais de impaciência. Aos 19 minutos, após cobrança de falta, a bola sobrou para o volante Cuéllar, que bateu para defesa fácil de Danilo Fernandes. Dois minutos depois, foi a vez de Rodinei aproveitar a sobra na entrada da área e mandar a bomba, mas mais uma vez o goleiro defendeu.
O Inter não conseguia organizar jogadas ofensivas e se limitava a tentar bloquear as investidas da equipe da casa. Só aos 35 minutos é que a equipe gaúcha chegou na área carioca em chute de Gabriel Dias, que desviou em Réver e facilitou a defesa de Diego Alves. Aos 37 minutos, Henrique Dourado perdeu grande chance de abrir o marcador. Rodinei deixou o Ceifador livre na área, mas o chute passou rente à trave esquerda do gol defendido. O último lance importante da etapa inicial pertenceu ao Internacional. Aos 45 minutos, Potker cruzou, Leandro Damião cabeceou e Diego Alves fez uma boa defesa.
O Flamengo voltou para o segundo tempo com a mesma disposição ofensiva e, aos sete minutos, Geuvânio recebeu de Éverton Ribeiro e bateu forte, mas Danilo Fernandes fez grande defesa. Maurício Barbieri chamou Paolo Guerrero para vibração da torcida rubro-negra. O atacante peruano entrou no lugar de Henrique Dourado. Ele não entrava em campo para disputar uma partida desde o dia 19 de outubro do ano passado.
Aos 12 minutos, Geuvânio recebeu na direita e bateu cruzado, mas a bola saiu. O Internacional voltou ainda mais recuado e não conseguia organizar uma jogada de ataque sequer, sendo sufocado pelo rubro-negro carioca. Guerrero teve a primeira chance de gol numa cobrança de falta aos 22 minutos, com a bola passando muito perto da trave direita de Danilo Fernandes.
Aos 25 minutos, o Flamengo marcou o primeiro gol. Lucas Paquetá cobrou falta, a bola bateu na barreira e voltou para ele mesmo, que mandou a bomba no ângulo, sem chances para Danilo Fernandes. Depois de sofrer o gol, o técnico do Inter decidiu tornar o time mais ofensivo e trocou o volante Gabriel Dias pelo atacante Brenner. Aos 33 minutos, o colorado passou a atuar com dez jogadores porque William Potker recebeu cartão vermelho por desferir uma cabeçada em Vinicius Júnior. Aos 41 minutos, o Flamengo ampliou. Guerrero fez lançamento para Éverton Ribeiro que se livrou do marcador e chutou para marcar um belo gol. Com a vitória assegurada, o rubro-negro apenas fez a bola circular para delírio da sua torcida.

Gazeta Esportiva
Share on Google Plus

Editor GILSON FILMAGENS

Postado Por