• Manchetes

    [Vídeo] 'Todo político mete a mão em dinheiro público', diz vereador em sessão na Paraíba


    Durante uma sessão realizada na Câmara de Vereadores de Baía da Traição, cidade do Litoral Norte da Paraíba, o parlamentar da casa Luiz Sabino (PTB) afirmou, em discurso na tribuna, que todo político mete a mão no dinheiro público e que não existe político honesto. Luiz Sabino é ex-presidente da Câmara.

    Em vídeo da sessão ocorrida na sexta-feira (25), o parlamentar argumenta que "tem uns que faz mais e rouba menos, tem uns que faz menos e rouba mais, mas não tem jeito, não existe político honesto". Luiz Sabino ainda compara o trabalho do político ao de um agiota.

    “Quem entra na política é para ter um conforto, uma qualidade de vida melhor. Porque político é que nem agiota. Agiota não empresta dinheiro, agiota vende dinheiro. Por que um político investe milhões para ganhar uma campanha? Ele investiu o patrimônio dele para ter o poder de comandar”, afirmou durante a sessão.

    O G1 tentou entrar em contato com o vereador por telefone, mas o celular estava desligado em todas as tentativas.

    A vereadora Luíza Dantas (DEM), conhecida como Luiza de Pompeu, reclamou da declaração do colega de casa. A Câmara de Vereadores de Baía da Traição é composta por sete vereadores. De acordo com Luiza, apenas dois formam a oposição.

    “Nosso regimento interno é muito ultrapassado, sabemos que é complicado um afastamento por quebra de decoro, mas vamos conversar com o presidente da casa, com o próprio vereador, porque essa declaração é grave e não contempla os colegas”, disse.


    Vereadores de Baía da Traição trabalham 24 dias por ano

    Em julho de 2017, a Câmara de Baía da Traição esteve em meio à polêmica de um projeto que previa um recesso maior dos vereadores. Os parlamentares da cidade trabalham apenas 24 dias por ano, em média, e somam um salário de R$ 42 mil, segundo os dados do sistema Sagres, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB).

    Fonte: G1 PB