Inglaterra massacra Panamá e assegura vaga nas oitavas

A Inglaterra fez mais do que a obrigação. Tecnicamente, fisicamente e taticamente superior ao Panamá, a equipe comandada por Gareth Southgate goleou a equipe da Concacaf pelo placar de 6 a 1, em Nizhny Novgorod, e vai encarar a Bélgica no duelo direto pela liderança do grupo G com moral. Kane anotou três gols, Stones dois, enquanto Lingaard também balançou as redes pelo lado britânico. Baloy, ex-Grêmio, descontou.


Depois de uma sofrida vitória diante da Tunísia na estreia, a Inglaterra precisaria tirar uma desvantagem de seis gols neste domingo, depois de a Bélgica golear os tunisianos por 5 a 2 no sábado. Desde o início, Harry Kane e companhia atuaram de maneira intensa, com o objetivo claro de “matar” rapidamente o jogo. A diferença no fim não veio em virtude do gol de Baloy, mas os ingleses assumiram a ponta por possuírem menos cartões amarelos em relação aos belgas.
Em apenas um tempo, os ingleses asseguraram o segundo triunfo na Copa do Mundo da Rússia. Assim como a Alemanha na semifinal de 2014 contra o Brasil, o time britânico abriu 5 a 0. Kane, com um desvio involuntário, anotou o sexto antes da metade do segundo tempo. 
A disputa do primeiro lugar do grupo G está marcada para o dia 28 de junho, às 15h (de Brasília), em Kalingrado. A Inglaterra tem o mesmo saldo da Bélgica, além de ambos somarem oito gols marcados no Mundial - os britânicos ficam com o primeiro lugar em caso de empate, desde que sigam mais disciplinados do que a equipe de Eden Hazard, Lukaku e De Bruyne. O Panamá, goleado nas duas partidas, se despede da Copa do Mundo na mesma data e horário, tentando a primeira vitória na competição diante da Tunísia.
Ele faz gol até sem querer. Depois de grande temporada pelo Tottenham com 30 gols no Campeonato Inglês, Kane ratificou a boa fase com a camisa da Inglaterra. O capitão dos “Três Leões” anotou três gols, o último deles após desviar um chute de fora da área. São cinco bolas nas redes adversárias em apenas dois jogos na Rússia.
Quem foi mal: Murillo e Escobar
A defesa do Panamá teve uma tarde para se esquecer. Uma atuação em que se mostrou frágil e imponente, com erros até infantis. Murillo perdeu Stones na marcação no primeiro gol e ainda cometeu um pênalti grotesco, o segundo convertido por Harry Kane. Escobar, por outro lado, atropelou Lingaard dentro da área, em lance raro visto no mais alto nível do futebol. Faltou experiência para o estreante em Copas do Mundo.
“Tô na briga”
Harry Kane iniciou a competição em solo russo como principal referência da Inglaterra. Em dois jogos, o camisa 9 se coloca como candidato a craque do Mundial. O goleador do Tottenham anotou cinco gols e assumiu a artilharia isolada da competição, deixando para trás Cristiano Ronaldo (Portugal) e Romelu Lukaku (Bélgica), que superaram os goleiros rivais em quatro oportunidade.
Inglaterra, enfim, goleadora
Jamais na história das Copas do Mundo, a Inglaterra se mostrou tão eficiente ofensivamente. Pela primeira vez, os britânicos anotaram cinco gols em uma partida de Mundial. Harry Kane, com os cinco gols em dois jogos, já se tornou o segundo maior artilheiro do país na principal competição do futebol mundial.
Ex-Grêmio entra para a história

Era a realização de um sonho estar em uma Copa do Mundo, mas o Panamá foi além. Apesar de goleado por ingleses e belgas, os panamenhos anotaram o primeiro gol da história em Mundiais. A honra ficou para o veterano Baloy, que atuou pelo Grêmio no futebol brasileiro. O defensor aproveitou cobrança de falta aos 33min do segundo tempo e se jogou de carrinho para descontar o placar.
Jogada de manual

Dificilmente uma jogada será melhor do que o segundo gol anotado por Stones em Nizhny Novgorod. Praticamente todo o time inglês se concentrava dentro da área, mas a cobrança veio curta para Henderson, que, com categoria, colocou na medida para dentro da área. A cabeçada de Kane veio na direção do outro lado da pequena área e encontrou Sterling, que parou no goleiro Penedo. O zagueiro do Manchester City, no rebote, balançou as redes.
Grupo definido
A vitória inglesa definiu a Bélgica e a Inglaterra como os classificados do grupo G para as oitavas de final da Copa do Mundo. Os dois times disputam a primeira colocação no dia 28.
FICHA TÉCNICA
INGLATERRA 6 x 1 PANAMÁ
Local: Estádio de Nizhny Novgorod, em Nizhny Novgorod (Rússia)
Data: 24 de junho de 2018
Horário: 9h (de Brasília)
Árbitro: Ghead Grisha (Egito)
Assistentes: Redouane Achik (Marrocos) e Waleed Ahmed (Sudão)
Cartões Amarelos: Loftus-Cheek (Inglaterra); Cooper, Escobar e Murillo (Panamá)
Gols:
INGLATERRA: Stones, aos 8min do 1º tempo e aos 40min do 1º tempo, Kane (pênaltis), aos 21min do 1º tempo e aos 46min do 1º tempo, e aos 17min do 2º tempo, e Lingaard, aos 36min do 1º tempo
PANAMÁ: Baloy, aos 33min do 2º tempo
INGLATERRA: Pickford; Walker, Stones e Maguire; Trippier (Rose), Loftus-Cheek, Henderson, Lingaard (Delph) e Young; Sterling e Kane (Vardy).
Técnico: Gareth Southgate.
PANAMÁ: Penedo; Murillo, Román Torres, Escobar e Davis; Barcenas (Arroyo), Cooper, Gómez (Baloy), Godoy (Ávila) e José Rodríguez; Perez.
Técnico: Hernán Dario Gomez.

UOL 
Share on Google Plus

Editor GILSON FILMAGENS

Postado Por