• Manchetes

    População prestigia São João de Patos e elogia produção do principal evento cultural da cidade

    Decoração histórica, fogueira, balão, bandeirinhas, comidas típicas, músicas regionais, apresentações culturais, uma cidade cenográfica montada em pleno Centro da cidade de Patos, na Vila São João, que já é “xodó” dos forrozeiros, patoenses e turistas, que fazem questão de tirar muitas fotos. Isso, e tanto mais, descreve o Melhor São João do Brasil, que, este ano, está em clima de Copa do Mundo.
    Segundo a professora Angélica de Sousa, moradora de Patos, cultivar a cultura junina é importante para o crescimento da cidade. “A cidade só tende a crescer, por questões não só culturais, já que a cultura do São João já está enraizada, mas por toda a movimentação de pessoas que ajuda a aquecer o comércio”. Ela falou, ainda, que o período faz a população respirar cultura. “A Vila São João sempre é elogiada, não só pela população, mas também pelos turistas que chegam aqui e respiram cultura com toda a decoração junina e programação”, disse.
    Já o paulistano Ailton Barros, que veio prestigiar os dias de festa, falou da organização da cidade e da diversidade de programações e ambientes que trazem opções para todos os tipos de público. “Achei a cidade bem organizada, cidade limpa. Gostei muito dessa Vila São João e o que mais me chamou atenção é que o evento tem programação tanto para as famílias, com ambientes mais calmos, como também o público jovem consegue achar seu espaço. Com certeza voltarei aqui mais vezes”, afirmou.
    O São João de Patos, promovido pela Prefeitura Municipal, por meio da Fundação Cultural (FUNDAP), é o principal evento cultural da cidade, desde o ano de 1997, quando o então prefeito da época, Dinaldo Wanderley, lançou a sua primeira edição. Hoje comemora 21 anos de tradição, sendo o segundo maior evento junino da Paraíba e terceiro maior do Nordeste, concorrendo, apenas, com o de Campina Grande e Caruaru-PE.
    Coordecom