• Manchetes

    Suspeito de planejar assalto a posto que matou pai ficará preso no Róger

    Durante audiência de custódia, na tarde deste sábado (2), no Fórum Criminal de João Pessoa, a Justiça manteve a prisão temporária de Herick Ramon Diniz, 25 anos, suspeito de ser o mentor do assalto que vitimou o próprio pai, o gerente de posto de combustível, Severino Maciel Ramos. O crime aconteceu na noite do último sábado (26), em João Pessoa e o jovem foi preso na noite de ontem quando chegava para a missa de 7º dia do seu genitor.
    Com a decisão da juíza Isabelle de Freitas Batista, Herick Ramon vai para o presídio do Róger  onde  ficará detidos pelos próximos 30 dias.
    O delegado responsável pela investigação, Wagner Dorta, explicou que os indícios apontam que Herick Ramon foi o mentor intelectual do crime, praticado por Eri Johson e Anderson Oliveira, presos anteriormente pela polícia.
    De acordo com o delegado, no momento do crime o suspeito passava as coordenadas para os executores do assalto e também sabia que o pai reagiria ao assalto.
    “Ele disse que o pais sempre reagia a assaltos. Então,  muito provavelmente, ele saberia como o pai iria se comportar. Então ele foi covarde porque colocar o pai em uma situação dessa é um absurdo”, destacou Dorta.
    MaisPB