Ação conjunta das Policias Civil e Militar de Patos, prende 3 suspeitos de um homicídio no bairro dos estados


Em cumprimento de mandado de busca e apreensão, a Delegacia de Homicídio de Patos e o Serviço de Inteligência do 3°BPM prenderam nesta terça-feira, 03, no Sítio Trapiá, zona rural de Patos, três pessoas suspeitas de praticar um homicídio ocorrido no dia 22 de maio deste ano que vitimou Everaldo Targino da Silva, 43 anos. O crime aconteceu no Bairro dos Estados.

Relembre a matéria. Clique aqui

Foram presos, Floriano da Silva Costa, 24 anos, Lucas Matheus Moreira, 24 anos, e Benilson Pereira da Costa, 18 anos. Na ocasião, foram apreendidas duas espingardas tipo soca-soca na residência de Benilson. Já na casa do pai de Floriano foi apreendido um revólver e ele foi autuado por porte ilegal de arma de fogo.

De acordo com o delegado de homicídio, Diego Beltrão, o revólver será periciado, pois, segundo informações repassadas à polícia, ela foi utilizada no homicídio contra Everaldo. “O filho pegou a arma do pai sem que ele percebesse e passou para os dois suspeitos”, disse Diego.

O crime foi motivado por uma dívida de frete. A vítima fez o trabalho e Lucas não realizou o pagamento. “Em razão disso aí começou a chamar Lucas de velhaco e ficar divulgando que o mesmo não tinha pago e teria gerado uma insatisfação da parte de Lucas e os outros dois, como são muito amigos, resolveram tirar a vida do mesmo”, explicou o delegado a respeito do motivo do crime.

Ainda segundo Diego Beltrão, há informações que Lucas estava rondando a casa da vítima dias antes do ocorrido e no dia do crime. 

Diego Beltrão afirmou que a polícia continua com as investigações e outras pessoas ainda podem ser presas. Ele ainda explicou que de acordo com dados apurados pela polícia civil e o Serviço de Inteligência da Polícia Militar, os três envolvidos no crime são temidos na localidade (Bairro dos Estados e Noé Trajano). Ainda segundo informações repassadas à polícia, Floriano sempre andava armado, embora nem ele nem seus comparsas tenham tido passagem pela polícia.

Os suspeitos foram levados para a Central da Polícia Civil e serão encaminhados ao Presídio Romero Nóbrega onde ficarão à disposição da justiça.

Everaldo foi morto a tiros quando estava deitado em uma rede no alpendre da própria residência.

Fonte: Patos Verdade / Acilene Candeia

Share on Google Plus

Editor Odair Morais

Postado Por