• Manchetes

    Bancários admitem paralisar atividades

    Os bancários da Paraíba avaliam, nesta quarta-feira (8), propostas apresentadas Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e não descartam paralisação da categoria por algumas horas. A reunião acontece, às 19h, na sede do Sindicato dos Bancários, em João Pessoa.
    Em contato com o Portal MaisPB, o presidente do Sindicato do Bancários, Marcelo Alves, adiantou que as propostas serão rejeitadas por serem “irrisória” e “insuficiente”.
    Os bancários apresentaram propostas em relação à saúde, segurança, condições de trabalho e ganhos salariais.
    De acordo com Marcelo Alves, sobre salários, os bancários querem a reposição da inflação mais ganhos reais de 5% em seus vencimentos. Entretanto, os bancos propuseram apenas a reposição da inflação por um período de quatro anos.
    Em relação à saúde, ele alega ainda que devido ao alto índice de demissões muitos bancários têm sido vítimas de doenças ocupacional e psíquicas por ter que absorver demandas de dois a três funcionários. A proposta é que os bancos contratem mais pessoal.
    O dirigente sindical relata ainda casos de assédio moral por parte de alguns gestores por causa de “metas inatingíveis”.
    Sobre a segurança, Marcelo Alves lembra que por causa das explosões as agências no interior do Estado, muitos locais não estão sendo reabertos e isso tem trazido transtornos. Os bancários propõem que os bancos sejam reabertos com investimentos em segurança.
    Entretanto, Marcelo Alves disse que ainda acontecerão outras mesas de negociações. Uma delas no próximo dia 17. Só a partir desse dia, caso os entendimentos não avancem, a categoria poderá entrar em greve.
    “Não entraremos em greve enquanto estivemos em negociação”, garantiu.
    Roberto Targino – MaisPB