• Manchetes

    OAB recua e transfere censura à assessoria

    O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraíba, emitiu uma nota na tarde desta sexta-feira (03) justificando a ‘intimidação’ cometida pelo órgão à imprensa.
    No texto, a OAB recuou, atribuiu o erro a assessoria e informou que respeita o exercício da profissão jornalística e reafirma o compromisso com o sigilo da fonte reservada ao profissional da imprensa.
    Mais cedo, a Associação de Mídias Digitais (AMIDI) e a Associação Paraibana de Imprensa (API) emitiram nota para repudiar tentativa da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba, de cercear a liberdade de imprensa e afrontar a garantia constitucional do sigilo da fonte ao inquirir o portal de notícias ClickPB.
    A entidade questionou o portal, através de ofício, sobre a fonte da matéria intitulada “Tribunal de Ética da OAB-PB aprova expulsão de seis advogados por suposto envolvimento em fraudes”.
    Confira a nota:
    O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional da Paraíba (OAB-PB), vem a público e à imprensa paraibana esclarecer que notificação realizada ao portal ClickPB, não foi expedida em conformidade com a orientação dada à assessoria incumbida de sua elaboração.
    A OAB enquanto entidade defensora do Estado Democrático de Direito reafirma o seu compromisso ao princípio constitucional do respeito ao sigilo da fonte e as garantias ao exercício da atividade jornalística os quais reputa como fundamental à uma imprensa livre.
    MaisPB