Tribunal de Justiça da Paraíba homologa acordo do encerramento da greve de servidores de Patos

O Tribunal de Justiça da Paraíba, homologou no último dia 20 de julho, através do Juiz Convocado Dr. Eduardo José de Carvalho Soares, o acordo firmado entre a Prefeitura Municipal de Patos e o SINFEMP, depois dos 50 dias de greve realizado no município, para que produza seus jurídicos e legais efeitos a partir do trânsito em julgado.
Dentre os pontos acordados, destacam-se a revisão salarial com discussão para ser feita no mês de agosto, a implantação da insalubridade para todas as auxiliares de serviços e merendeiras de todas as secretarias até o dia 30 de agosto, a isonomia salarial para os servidores que exercem as mesmas funções, a implantação das progressões horizontais e verticais de todos os servidores da saúde, entrega do EPI- Equipamento de Proteção Individual a todos os servidores que trabalham em locais insalubres, condições dignas de trabalho, realização de concurso público, envio de lei para a Câmara para pagamento do incentivo adicional para os agentes comunitários de saúde e agentes de combate as endemias, dentre outros.
Para a presidente do SINFEMP, Carminha Soares, foi mais uma vitória de todos os servidores que tiveram a coragem de lutar, de fazer a greve defendendo seus direitos e a entidade sindical que não se acovardou, que foi a luta, realizando a maior greve da história dos servidores de Patos.
O sindicalista José Gonçalves, vice-presidente do SINFEMP e presidente da CTB/PB, essa homologação confirma o caminho trilhado pela entidade, que passa inicialmente pela negociação e caso não se consiga avanços, a alternativa é a greve. ” Vamos cobrar para que tudo que foi homologado seja cumprido pelo atual prefeito e sua equipe e caso seja descumprido, na primeira semana de setembro já temos as assembleias gerais realizadas nos dias 3, 4, 5 e 6 de setembro de 2018 com todas as categorias”, disse Gonçalves.
Sinfemp .com.br

Share on Google Plus

Editor GILSON FILMAGENS

Postado Por