Gerente de Vigilância em Saúde ameaça servidores com corte de ponto

O SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, tomou conhecimento do ofício encaminhado a enfermagem nas unidades básicas de saúde, ameaçando-os de corte de ponto caso não participem da campanha de vacinação no dia 30 de novembro de 2019, sábado no Município.
Em outro ponto o Gerente de Vigilância em Saúde, Larrimer Morais de Medeiros, exige que para o servidor não ser constrangindo com faltas e perda da folga deverá apresentar um atestado médico.
Para o  SINFEMP, isso é mais uma afronta e abuso de autoridade por parte da Secretaria Municipal de Saúde, que está causando o terror junto aos servidores municipais.
O vice presidente da entidade, José Gonçalves, alertou que os servidores não são obrigados a participarem de campanhas de vacinação a não ser de segunda a sexta, e que qualquer outra atividade em outros dias e horários devem ser construídos coletivamente.
Em gestões anteriores, os servidores tinham dois dias de folga e era assegurado transporte, alimentação e até deslocamento dos que moram em outras cidades, Estados, pois é final de semana e para muitos não tem sequer transporte saindo para Patos nos sábados e domingos.
Para Gonçalves a falta de planejamento é tão grande na Secretaria que o coordenador não tem conhecimento quais os servidores que estão gozando férias. 
Por último o sindicalista denunciou que o autoritarismo, a imposição é uma prática da atual gestão, mas que a entidade e servidores irão resistir, nas ruas, nas denúncias e na justiça. " Vamos acionar o COREN nacional para nos ajudar nessa luta e para isso ligaremos nesta sexta para o ex presidente do Coren PB, o companheiro Ronaldo para tratar desse problema", disse o mesmo.
O SINFEMP vai reunir com a enfermagem e deliberar os encaminhamentos que serão dados a questão.



Assessoria
Share on Google Plus

Editor patostv.com

Postado Por