Complexo Hospitalar de Patos dobra oferta de leitos de UTI Covid

Saiba mais www.patostv.com - Desde que foi decretada a situação de calamidade pública no Estado em função da pandemia, em março último, que o Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, de Patos, se transformou num centro de referência para tratamento de pacientes suspeitos ou com confirmação de Covid-19 no sertão junto com outras unidades de saúde do Estado, localizadas em Pombal, Piancó e Cajazeiras. E, desde então, o Complexo vem desenvolvendo ações para assegurar uma boa assistência aos pacientes com coronavírus, entre as quais destaca-se a ampliação de leitos no setor de isolamento Covid-19. A partir desta quinta-feira (11), o hospital ganha mais 10 leitos de UTI, passando a ter 20 leitos, dobrando assim a sua capacidade de atender pacientes que precisem de cuidados respiratórios intensivos. E, numa terceira etapa, mais 10 leitos de UTIs serão disponibilizadas no Complexo, totalizando 30 leitos de terapia intensiva.
Em função da pandemia e da área de isolamento Covid já ter pacientes internos, a cerimônia de entrega das novas UTIs se resumiu a um momento de oração, realizado pelos profissionais que integram a equipe Covid do Complexo, a equipe gestora da unidade, além dos coordenadores da Clínica Médica e de Enfermagem. Em seguida, os primeiros pacientes foram transferidos para as novas UTIs. “Optamos por uma cerimônia simbólica e, devido ao momento, restrita aos profissionais da unidade devido a nossa UTI estar localizada em área já isolada com pacientes suspeitos e confirmados para COVID”, afirmou a diretora geral do Complexo, Liliane Sena. Na ocasião, ela destacou a importância destes novos leitos, lembrando que com essa ampliação o hospital ganha melhores condições de atender os pacientes com coronavírus que necessitam de cuidados intensivos.
“A entrega destes novos leitos de UTI é bastante importante para nossa região, porque esse espaço está equipado com equipamentos de última geração, que junto com a equipe de profissionais do Complexo chegam para somar esforços contra essa batalha que é essa pandemia do coronavírus, assegurando uma melhor assistência e um tratamento ainda mais eficaz para nossos pacientes”, destacou o médico Anatólio Neto que integra a equipe da linha de frente do Covid no Complexo. O enfermeiro Diego Lima, que também estava presente na abertura dos novos leitos de UTI, reforçou a importância do novo espaço. “Esse é um dia histórico para o nosso sertão que recebe mais leitos de UTI, neste momento voltados para a área do Covid, mas, que com certeza, passado todo esse momento, esses leitos estarão à disposição dos pacientes, independente da patologia, ajudando a salvar vidas”, disse Diego.
Além de ganhar dez novos leitos de UTI, nesta segunda etapa de ampliação, o Complexo também ampliou os leitos na Clínica Médica. Inicialmente com 12 leitos de Enfermaria destinados, exclusivamente, para o atendimento e internação dos casos de sintomatologia respiratória, atualmente, o Complexo já dispõe de 30 leitos de Enfermaria para atendimentos a pacientes de Covid-19. O Hospital também foi habilitado junto ao Ministério da Saúde para implantação de outros 10 leitos de UTI, um projeto que deve ser consolidado mais adiante, numa terceira etapa de ampliação.
A diretora geral do Complexo, Liliane Sena, falou de sua alegria e de sua equipe pela conquista das novas UTIs. “Estamos hoje disponibilizando mais 10 leitos de UTI para os pacientes de coronavírus, depois de toda uma obra que foi realizada na parte estrutural do hospital, de implantação de nova rede de gases, nova parte elétrica, instalação de novos equipamentos e recrutamento de mais recursos humanos. Esse é um momento histórico para toda a região de Patos porque esses leitos vieram para ficar”, disse a diretora, lembrando que essa é uma vitória e uma conquista muito grande para a população sertaneja, uma vez que o Complexo amplia sua capacidade de atendimento para pacientes que necessitam de cuidados intensivos.

Liliane lembrou ainda de como funciona o fluxo de atendimento de pessoas com síndrome gripal, suspeitas ou diagnosticadas com Covid, para o município de Patos, que é realizado em conjunto com a Secretaria Municipal da cidade, e a rede hospitalar e as unidades de Pronto Atendimento. “Primeiro, deve se procurar as Unidades de Saúde da Família, e o profissional médico destas unidades fará uma avaliação do quadro do paciente, decidindo pelo isolamento domiciliar ou encaminhamento para a unidade de Pronto Atendimento. Lá, o paciente será examinado novamente, e a equipe médica e de enfermagem decidirá, se há necessidade de encaminhar para o hospital. Chegando ao hospital, será decidido pelo isolamento domiciliar, transferência ou internamento em enfermaria ou UTI a depender da sintomatologia de cada caso”, explicou a diretora.
Além do Complexo, que fica responsável pelo atendimento de adultos e idosos, a cidade de Patos tem outra unidade do estado, que é o Hospital Infantil Noaldo Leite, responsável pelo atendimento de crianças e adolescentes, além da Maternidade Dr. Peregrino Filho, referência Covid para obstetrícia.

Liliane Sena – Diretora do Complexo
Assessoria