Sindicalista afirma que a única solução para Patos será as urnas no dia 15 de novembro

Saiba mais www.patostv.com - O sindicalista José Gonçalves, ficou revoltado com a aprovação do Projeto de Lei 15/2020 enviado pelo Prefeito Interino de Patos, Ivanes Lacerda e aprovado pela maioria dos vereadores na sessão ocorrida ontem dia 28 de julho.
Para Gonçalves tudo deve ter sido planejado para prejudicar quase  três mil servidores, que estavam contribuindo com 11% e passarão a contribuir com 14% depois da sanção de mais um projeto da maldade pelo interino Ivanes Lacerda." É muito estranho até ontem o prefeito não tinha maioria na Câmara, mas ocorreu substituição, talvez com o objetivo de passar com facilidade o projeto da maldade contra nós servidores", disse o mesmo.
O sindicalista denunciou que a junção desse grupo político tem como objetivo fazer algo que não conseguiram até agora de melhoria na cidade e da vida de seu povo. " Patos está abandonada. O povo está sofrendo. Os servidores estão sendo vítimas desse grupo político. A melhor resposta a tudo isso será as urnas no dia 15 de novembro", disse o mesmo.
Por último, o sindicalista alertou os servidores para o tipo de vereador e vereadora que existe na Câmara." Tem vereadora e vereador que diante do servidor diz que lhe defende, mas na hora do voto, escondido em suas casas, votam contra e alguns até ficam sorrindo na hora da votação, debochando dos mesmos e bajulando o gestor interino Ivanes Lacerda", disse o mesmo.
A única alternativa é dia 15 de novembro, tirando o emprego e os dez mil reais de salários desses traidores dos servidores e do povo.

ASSESSORIA

Postar um comentário

0 Comentários