Audiência Pública discutiu Mobilidade Urbana para Patos, no ultimo dia 27/02

Na noite do ultimo dia 27/02, aconteceu na câmara municipal de Patos, uma audiência pública com tema mobilidade urbana.

A propositura foi do vereador Capitão Hugo e visa aprimorar uma conduta de mobilidade urbana e alinhamentos para um plano de mobilidade que tem que ser entregue ate o ultimo dia de Abril deste ano de 2019, caso contrário a cidade perderá recursos para ser aplicados na área.

Estiveram presentes representantes da CPTran Cap. Leonides, do STTrans Damião e o engenheiro 4ª CPTRAN - Capitão Leonides, STTRANS – Damião Medeiros e Dário Morais, IFPB - Ronaldo Lima, GIAASP – Aldo Morais, 6ª Região de ensino, Associação de moradores Vila Mariana – Marcelo Lima, Rotary Norte – Odair Morais, Secretaria do meio ambiente Silvio Moreira e representantes dos Taxistas – Marcos Santos e a platéia com ciclistas que vieram prestigiar a audiência.

O representante do GIAASP pontuou a necessidade de melhoria nos direcionamentos de algumas ruas da cidade, já o diretor da IFPB falou da evolução e crescimento das cidades e a saturação da população nos centros urbanos e Patos tem 93% da população urbana. O professor Ronaldo Lima ainda pontuou a falha na sinalização na cidade.

Marcelo Lima falou da preocupação da não preparação do Plano de mobilidade urbana de Patos, que acarretará na perca dos recursos.

Marcos Santos falou dos desafios que vem enfrentando deste 2013, para implantação de um plano de mobilidade urbana e de quanto foi difícil para Campina Grande, desenvolver o dele, mas que hoje já recebe recursos e está em funcionamento, mesmo com as dificuldades atuais.

Odair Morais também demonstrou a preocupação de não já existir em andamento um planejamento para a mobilidade urbana e da não existência de no mínimo um esboço será impossível conseguir no prazo de Abril, salvo um “Ctrl C”, “Ctrl V” de uma outra cidade que com certeza tem uma geografia e necessidades diferentes da nossa cidade de Patos. 

Falou também da necessidade impar de Patos ter um transporte de massa (ônibus), estudar o que está fazendo com que as empresas não se estabeleçam em nossa cidade, quem sabe “metropolizar” fazer linhas com as cidades da área metropolitana de Patos “Isso poderia viabilizar financeiramente as empresas” disse ele.

O Capitão Leonides sobre a prevenção de acidente, o quanto a mobilidade urbana é importante e da experiência que se adquire em um audiência pública em que todos trazem assuntos que são debatidos e aproveitados no enriquecimento de um projeto de mobilidade.

O secretário do meio ambiente falou dos novos empreendimentos que estão dimensionando as calçadas muito estreitas e da necessidade de fiscalização e de atendimento ao código de postura do município.

Dário Morais, disse que Patos não terá tempo hábil para confeccionar um Plano complexo, mas informou que foi solicitado o suporte da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande que oferecerá estrutura técnica. "Isso não impede que façamos um simples (Plano) e daqui a um ano, em tempo hábil, possamos fazer uma reformulação. Faríamos um Plano simples com objetivos macros e ao longo de um ou dois anos elaboraríamos os comitês, as audiências públicas nas zonas sul, norte, leste, oeste e central da cidade; ouvíamos a comunidade. Porque o Plano de Mobilidade Urbana nada mais é do que o anseio da comunidade para com a mobilidade", explicou Dário.   

O vereador Capitão Hugo mostrou em slides várias ruas que necessitam de serem pavimentadas além de várias demandas de sua autoria que foram atendidas dentre elas a passarela da Ponte do Jatobá.

O vereador avaliou como positiva a audiência já visou a esclarecer e dirimir duvidas sobre o plano de mobilidade urbana que foi direcionadas diretamente ao STTrans, e que com a audiência fica claro a preocupação de todos com o prazo para entrega do plano para o ministério das cidades e garantir os recursos.

Patos Tv


Share on Google Plus

Editor Odair Morais

Postado Por