Julian Lemos analisa cassação do diploma de Pâmela Bório e afirma não temer anulação dos votos


A decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que cassou o diploma da ex-primeira dama da Paraíba, Pâmela Bório, ela foi candidata a deputada federal em 2018 e ocupava o cargo de segunda suplência na coligação Força da Esperança III, que integrava os partidos PSL / DC / PRTB. A decisão levantou a possibilidade de que com a anulação dos 11.120 votos de Pâmela poderia haver uma mudança no coeficiente dos votos que poderia até tirar o diploma do atual deputado federal Julian Lemos (PSL). O parlamentar me contato com a redação negou tal possibilidade e sobre a cassação do diploma da filiada preferiu não comentar.
A decisão do TSE tirou o diploma de Pâmela baseado no argumento de que a recorrida foi casada com Ricardo Vieira Coutinho (PSB), Governador do Estado da Paraíba até 31 de dezembro de 2018, tendo se divorciado em 17 de março de 2015, e que nos termos do art. 14, § 7º, da Constituição da República, “são inelegíveis, no território de jurisdição do titular, o cônjuge e os parentes consanguíneos ou afins, até o segundo grau ou por adoção, do Presidente da República, de Governador de Estado ou Território, do Distrito Federal, de Prefeito ou de quem os haja substituído dentro dos seis meses anteriores ao pleito, salvo se já titular de mandato eletivo e candidato à reeleição”.

Para o deputado federal paraibano e atual presidente do PSL da Paraíba Julian Lemos, a decisão do TSE não lhe afeta, pois, sua sobra de votos foi superior aos votos desta suplente. Julian teve 71.899 (3,61% dos votos válidos) e foi eleito Deputado Federal na Paraíba no 1º turno das Eleições 2018.

“Não corremos riscos de absolutamente nada, até porque ainda que fossem anulados que não foram, a minha sobra era maior, portanto quem fala sobre correr riscos, fala sem conhecimento de causa. Acrescento ainda que de fato os votos dela não foram anulados, é preciso até pouco conhecimento para saber sobre isso, o que está decidido está no despacho”, disse Julian destacando ainda que sobre a cassação do diploma de Pâmela o mesmo prefere não comentar o caso.

pbagora Redação
Share on Google Plus

Editor patostv.com

Postado Por