Mageiros versus Cássio: a nova sentença 17 anos depois

Saiba mais www.patostv.com - Cássio Cunha Lima (Foto: Walla Santos/ClickPB)
Em 2002, o doleiro Alexandre Mageiros incendiou o noticiário ao denunciar políticos nordestinos de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. O depoimento ao Ministério Público Federal causou estragos e embaraços, à época, ao então candidato ao Governo da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB), e outros citados, entre eles Miguel Arraes (já falecido) e Tasso Jereissati (PSDB). Dezessete anos depois, Mageiro teve sentença de denunciação caluniosa confirmada em segundo grau pela Segunda Turma do Tribunal Regional Federal da Quinta Região (Recife). Ele já havia sido condenado em primeira instância. A nova sentença estabelece pena de exatos três anos, dez meses e vinte dias, além de multa. A justiça concedeu um atenuante. Alexandre confessou o crime de calúnia. Os estilhaços, porém, ficaram pelo caminho. “Causou-me um dano enorme, à época”, confessou ao Blog, hoje, o ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB).
heroncid.com.b
Share on Google Plus

Editor patostv.com

Postado Por