Suspeito de matar mulher em Pedra Branca é condenado, mas vai continuar em liberdade

Saiba mais www.patostv.com - Em sessão de julgamento ocorrida nesta quinta-feira, 7, e presidida pela juíza Brena Brito, o Tribunal do Júri de Itaporanga condenou a 15 anos de reclusão Damião dos Santos Lima, acusado de feminicídio: em 20 de agosto de 2016, na cidade de Pedra Branca, ele matou a facadas sua ex-namorada, conforme a acusação.

De acordo com o promotor Edmilson Leite, que pediu veementemente a condenação do réu, a vítima, Francisca Vieira de Sousa, conhecida como Branca, sofreu mais de 30 perfurações à faca depois de ser perseguida em via pública pelo acusado. A mulher, à época com 27 anos, deixou dois filhos, um deles, o mais novo, fruto do relacionamento com o acusado.

Horas depois de ter matado barbaramente a ex-namorada, Damião apresentou-se à polícia e ficou preso por alguns meses, mas teve a prisão revogada e passou a responder em liberdade. Apesar da condenação pelo Conselho de Sentença nesta quinta-feira, o réu vai permanecer solto e deverá recorrer contra a sentença que o condenou. Sua defesa requereu e conseguiu na Justiça o direito de ele aguardar o recurso contra o julgamento em liberdade, exatamente por que o acusado já vinha respondendo solto ao processo penal.

Durante a sessão de julgamento, uma irmã e o filho mais velho da vítima, que presenciou a mãe ser morta, ficam profundamente emocionados e foram às lágrimas de tanta comoção diante das revelações e imagens contidas nos autos do processo. A maior frustração, no entanto, foi ver o réu ser condenado e permanecer em liberdade.

Fonte Folha do Vali Online
Share on Google Plus

Editor patostv.com

Postado Por