Polícia Civil de Patos prende em São Paulo suspeito da morte de Luana, assassinada na frente do filho de um ano

Saiba mais www.patostv.com - Neste domingo(22), por volta das 11h40min, em uma ação conjunta da Delegacia de Homicídios de Patos e a Polícia Civil de São Paulo, foi preso na cidade do Guarujá/SP, Toinho do Bar. Ele é o principal suspeito de assassinar a jovem Luana Mariano Xavier, 17 anos, fato ocorrido em 19/02/2020, no Bairro da Liberdade, em Patos-PB.

A vítima foi morta com vários golpes de arma branca, sendo o seu corpo encontrado ao lado do seu filho, que conta com pouco mais de um ano de idade.

Após intenso trabalho de investigação, com ações de inteligência e diligências de campo com o apoio dos investigadores da PC SP , o suspeito foi encontrado na Cidade do Guarujá, para onde fugiu logo após cometer o crime.

O suspeito foi levado para a Delegacia do Guarujá e, em seguida, passará pela competente audiência de custódia.

Suspeita do crime

Logo após o crime, a mãe da adolescente, contou que ela já vinha recebendo ameaças do ex-companheiro: “Ele disse que se ela não voltasse para ele, podia comprar o caixão

Emocionada, a mãe pediu que justiça fosse feita. Ela acusa o ex-companheiro da jovem de ser o autor do crime e confirmou que a garota estava grávida de três meses.

A mãe ainda disse que a vítima vivia em cativeiro e tinha medo de denunciar porque ele ameaçou lhe matar, matar o pai dela e os irmãos.

A mãe contou também que foi abordada pelo homem pouco antes da jovem ser assassinada: “ele disse que se ela não voltasse para ele poderia comprar o caixão, ela voltou e eu não sei porque ele fez isso com a minha filha”, lamentou.

PORTAL40GRAUS.COM