Sem conseguir UTI, técnica em enfermagem de 30 anos morre com suspeita de COVID-19

Saiba mais www.patostv.com - Uma técnica em enfermagem identificada por Williane Maily Lins dos Santos, de 30 anos, morreu na noite da última sexta-feira (17), com suspeita do novo coronavírus no Hospital João Murilo, em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco. 

Segundo a família, há mais de uma semana a vítima reclamava de dor na garganta e nas vezes que procurou o posto de saúde, era medicada e orientada a voltar para casa. Os médicos acreditavam que se tratava de laringite.

Porém, a profissional de saúde passou a ter falta de ar e foi socorrida novamente para o hospital. 

Com o quadro de saúde delicado, familiares cobraram a transferência da moça para um leito de UTI, mas teriam sido informados que não havia vaga disponível e que o processo dependia da Central de Regulação de Leitos do Governo do Estado.

Espera

Após mais de 24 horas de espera pela transferência, a técnica não resistiu e morreu depois de sofrer uma parada cardíaca. 

De acordo com a médica nefrologista, Suzana Melo, que também era chefe da profissional de saúde, diz que também tentou ajudar encontrando leitos de UTI disponíveis em diversos hospitais do Recife. Ela acredita que Williane não recebeu atenção necessária.

Diante da suspeita de morte provocada por Covid-19, a mãe da vítima, Maria Soares, precisou ir ao sepultamento sozinha. 

Ela está inconsolável e não tem dúvidas de que a morte da filha foi provocada pela burocracia.

Fonte: Uiraúna Net