Nove dos 17 vereadores de Patos foram eleitos pela sobra e não pelo quociente eleitoral

Saiba mais www.patostv.com - Apenas seis partidos conseguiram alcançar o quociente eleitoral para vereador nas eleições municipais de 2020 em Patos.

Com 50.081 votos válidos computados para mais de 270 candidatos quer disputaram o pleito, o quociente eleitoral das eleições municipais desse ano na cidade ficou em 2.946 votos, quantitativo alcançado apenas por Republicanos, (8.890) votos; Solidariedade, (6.999), PSL, (5.094), PROS, (3.922), PSC, (3.871) e PL (3.809) votos.

Juntos, esses partidos elegeram apenas os vereadores Ítalo Gomes e Nadir (Republicanos), Emano Araújo e Nega Fofa, (Solidariedade), Tide Eduardo (PSL), Jamerson Ferreira, (PL), Marco Cesar, (PSC), e Willa da farmácia pelo PROS, todos de forma direta pelo quociente eleitoral, ficando nove vereadores eleitos através do cálculo das sobras, distribuídos em oito partidos.

A votação nominal dos candidatos nas eleições desse ano em Patos foi de 47.921 votos, enquanto outros 2.160 eleitores votaram nas legendas dos 14 partidos que disputaram o pleito.

COMO FORAM DISTRIBUÍDAS AS VAGAS PELA SOBRA

O Republicanos garantiu mais duas vagas por meio das sobras. O candidato Segundo foi eleito com a média partidária de 2.963 votos, enquanto Sales Junior foi eleito com uma média de 2.223 votos.

Já o partido Solidariedade, alcançou a vaga de Décio Motos com a média de 2.333 votos, enquanto a vaga de Ferré Maxixe foi garantida para o PSL, com a média partidária de 2.547 votos.

Os partidos que alcançaram o quociente eleitoral, também alcançaram cinco vagas na Câmara Municipal de Patos.

O Patriota totalizou 2.840 votos e confirmou a eleição de Josmá Oliveira, mesmo sem alcançar o quociente eleitoral.

No partido Rede Sustentabilidade, que totalizou 2.732 votos, foi eleito o sargento Patrian.

No Democracia Cristã, foi assegurada a vaga de David Maia, por conta dos 2.732 votos alcançados pela legenda.

O Avante assegurou a vitória de Nandinho com os seus 2.548 votos, situação semelhante ao PT, que garantiu a eleição de Zé Gonçalves com os 2.468 votos alcançados.

Dos 14 partidos que disputaram o pleito, apenas o Unidade Popular-UP, que somou 1.364 votos, o MDB, que recebeu 1.667 votos e o DEM, que terminou com 1.238 votos, não conseguiram eleger os seus representantes.

Genival Junior 

Postar um comentário

0 Comentários