Biomédica patoense Návylla Candeia morre de Covid-19 aos 32 anos, em Maceió

Saiba mais www.patostv.com - A biomédica e professora universitária patoense Návylla Candeia de Medeiros, que estava internada há mais de um mês na UTI de um hospital de Maceió, acometida pela Covid-19, não resistiu e faleceu na tarde deste sábado, 01 de maio.

Návylla era neta do comerciante Evaristo da Casa Sabugi e filha do comerciante Eustáquio Florentino de Medeiros, falecido em julho 2019; e da professora Rúbia Candeia.

Era uma jovem muito estudiosa e estava residindo em Maceió há cerca de cinco anos.

Tinha apenas 32 anos de idade e não tinha comorbidades. Nas redes sociais muitas são as mensagens de solidariedade à família.


Folha Patoense 

Postar um comentário

0 Comentários