Manchetes

Coronel Campos faz balanço sobre situação de Crise na Segurança Pública em Patos e destaca ações; ouça

Saiba mais www.patostv.com - O comandante do Comando Regional de Polícia Militar em Patos, Coronel Campos, fez um balanço, nesta sexta-feira, dia 21, sobre as ações da PM e as ocorrências de assaltos que ocorreram em Patos nessa última semana. Em entrevista ao jornalista Higo de Figueirêdo, da rádio Espinharas de Patos, Campos destacou pontos importantes sobre a segurança da região.

Para o Coronel Campos, o cuidado e a proteção com os homens e mulheres de bem de Patos e região é inegociável e primordial. Ele falou sobre a Operação Saturação, que está sendo desencadeada atualmente para aplacar a atual crise de segurança pública em Patos.

“Eu como cidadão patoense, como policial militar, pai de família, tenho uma grande preocupação com o homem de bem, e nos remete a fazer uma análise sobre a situação de Patos. Houve a necessidade de realocar viaturas das forças especiais, dos batalhões especializados, como Choque, Bope, Ambiental e BEP Motos, apoiando a Rádio Patrulha, do Batalhão. Estamos com uma operação, A ‘Saturação’, para apoiar o homem que trabalha, o cidadão, pai de família, que se levanta par a ganhar o pão, aos comerciantes. Essa meia dúzia de marginais que estão atuando em Patos, certamente chegaremos neles”, declarou Campos.

Sobre a falta de Equipamentos de Proteção Individual, o comandante afirmou que está sendo resolvido com cada particularidade, mas destacou que segue o cumprimento de regulação interna. Destacou ainda a necessidade de os agentes voltarem a prestar o plantão extra em Patos.

“A questão de EPIS estamos trabalhando de forma pontual, estamos solucionando. Nós trabalhamos em escala ordinária de um dia de serviço por três, mas essa escala está sendo obedecida por cada policial. Nós entendemos a situação que a polícia e o estado passam, sabemos que tem um canal de abertura com as entidades representativas, e vão chegar a uma conciliação, mas que o nosso policial possa voltar à sua atividade normal, mas nós não obrigamos a nenhum para tirar plantão extra, fica a critério de cada um. Que possamos chegar a um resultado satisfatório”, afirmou o comandante.

Em relação ao baixo número de policiais para a atual demanda de segurança da região sertaneja, coronel Campos disse que sempre foi verdadeiro e transparente e que a necessidade de novos nomes é notória.

“Eu sempre fui muito transparente com a sociedade paraibana e sertaneja, que conhecem as minhas palavras, sempre claras. O fato de o policial não se escalar para plantão extra reduz o número de homens na rua, isso é público e notório, mas não estou aqui para criar factoides e nem para maquiar nada. Espero, como falei, que possamos chegar a um consenso e sair satisfatório para ambas as partes”, reforçou comandante.

Coronel Campos seguiu comentando sobre outros pontos importantes. A entrevista na íntegra você acompanha no áudio abaixo:

Créditos: Higo de Figuerêdo / Rádio Espinharas

Patosonline.com

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
header ads
header ads