Manchetes

Influencer e teórica da conspiração antivacina morre após se infectar com Covid-19

Saiba mais www.patostv.com - LOS ANGELES - Cirsten Weldon, uma influencer antivacina e teórica da conspiração adepta do Qanon, morreu nesta quinta-feira devido a complicações causadas pela Covid-19. Ela mantinha milhares de seguidores em redes sociais de direita, onde divulgava vídeos e textos em que estimulava pessoas a não se vacinarem contra a doença que a vitimou.

Em um dos vídeos, ela chegou a declarar que o epidemiologista-chefe dos Estados Unidos Anthony Fauci deveria ser enforcado.

 — As vacinas matam! Não tomem elas. Esses idiotas são tão ingênuos. Eles estão todos se vacinando — diz ela em um de seus vídeos.

No seu último vídeo, publicado no dia 28 de dezembro, ela já aparenta estar com sintomas da doença ao reclamar de sentir fraqueza, exaustão e tossir. Na conta de Cirsten no Instagram, a última foto publicada é uma dela própria deitada em uma cama de hospital com uma máscara de oxigênio. "Quase morri de pneumonia bacteriana em um hospital da Califórnia", escreveu Cirsten na publicação, feita semana passada.

Na sua conta no Telegram, Cirsten afirma ter testado para Covid-19 e se recusado a receber o medicamento remdesivir, usado para o tratamento da doença em pacientes graves e que a influencer chamou de "remédio do dr. Fauci".


por  

 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
header ads
header ads