Manchetes

Segunda paraibana assassinada no Rio de Janeiro com requintes de crueldade. Policia desconfia de serial killer

Saiba mais www.patostv.com - Em menos de 48 horas dois crimes terríveis aconteceram na cidade de Magé no Rio de Janeiro, tudo seria tido como normal se não fossem as coincidências entre eles.

Maria Aparecida Apolinário Fonseca foi cruelmente assassinada à golpes de faca, foi degolada e teve suas unhas arrancadas no começo da manhã desta terça-feira, 26/07, encontrada também dentro de um cesto de lixo há aproximadamente 500 metros da casa onde morava e tinha saído para ir trabalhar.

As coincidências não param por aí, como Ana Eliza morta na madrugada de domingo 24/07,Maria Aparecida também era cuidadora de idosos e paraibana, nascida na cidade Santana de Mangueira.

As duas vítimas não se conheciam.

A Polícia investiga um possível serial que possa estar exterminando de forma cruel as mulheres naquela região.

Fonte: gb Notícias

Caso Ana Eliza:

A paraibana Ana Eliza de Oliveira Santos, de 35 anos, foi assassinada na madrugada desse domingo (24), no município de Magé, no Rio de Janeiro, onde ela residia há 15 anos. O corpo dela foi encontrado com sinais de tortura e sem o coração.  

O corpo de Ana Eliza foi encontrado por trabalhadores da limpeza urbana da cidade, dentro de um cesto de lixo. Além de estar sem o coração, todas as unhas da vítima foram arrancadas e havia golpes de faca na região do pescoço. 

Segundo informações, a mulher era cuidadora de idosos e não havia registro ou indícios de envolvimento com crimes. A Polícia Civil daquele estado está investigando o caso. 

A vítima era natural do município de Curral Velho, na Paraíba.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
header ads
header ads